Home Artigos CRIPTOMOEDAS

O Grande Livro das Perguntas sobre CRIPTOMOEDAS

"Aperte seu cinto Dorothy, porque Kansas vai sumir do mapa"

O que são criptomoedas
Uma criptomoeda não é uma moeda - é um ativo.

Uma moeda tem um governo que da-lhe suporte, lastro.

Criptomoeda não possui nenhum governo como sustentação - e isto é uma diferença muito importante.

Por favor - não vamos entrar na discussão que governos não são confiaveis e que no fundo a criptomoeda tem mais confiabilidade porque seus participantes atestam as transações entre si - não é este o ponto aqui.

Ainda que uma criptomoeda não seja uma moeda - ela é um ativo - e tem valor.

Fazendo um paralelo - imagine fotos autografadas pelo Elvis Presley. Para algumas pessoas este item tem valor real - não importa o que o governo pense sobre o assunto ou queira regular sua posse. O importante é o que as pessoas que trocam entre si as fotos consideram.

Da mesma forma - uma criptomoeda possui uma comunidade que acredita em seu valor - e a utiliza na prática para compra e venda de bens e serviços.

Criptomoeda possui um formato próprio de registro de transações (o livro-razão) - dai conseguimos determinar o quanto de criptomoeda alguma pessoa possui ou mesmo quanto foi trocado entre duas partes.

Criptomoeda não tem equivalente em papel-moeda ou representação fisica - podemos dizer que a criptomoeda só existe em decorrência deste livro-razão: se ele desaparecer - não temos como saber quanto cada pessoa possuia, nem como foram realizadas as transações - nada.

E se voce esta se perguntando onde entra o BLOCKCHAIN nesta história toda: ele é uma forma de livro-razão para criptomoedas (TANGLE é outra forma de livro-razão).

Como o valor de uma criptomoeda é determinado ? Assim como qualquer ativo - ou pelas fotos do Elvis, o que determina o valor do ativo é a procura/demanda. Se mais pessoas acreditam que precisam de uma criptomoeda, procuram comprá-la e o valor acaba subindo e vice-versa. Entretanto - esse valor é extremamente volátil.

Vale a pena investir em criptomoeda ? Como é um ativo - e tem valor - transações com ela podem gerar lucro. Mas não esqueca: o valor é extremamente volátil.

Antes de se aventurar com criptomoeda, leia sobre o caso das Tulipas Holandesas, uma bolha especulativa.
O que é BLOCKCHAIN
O BLOCKCHAIN é um "DLT", um método (algoritmo) para registro de transações.

Cada nova transação acrescenta uma informação que certifica a transação anterior. Assim, as transações anteriores não podem ser modificadas (senão esta certificação se quebra). Cada bloco de transações precisa ser validado através de cálculos matemáticos.

Estes cálculos matemáticos são complexos - existe um custo para serem feitos (tais como eletricidade consumida) - então existe um mecanismo de recompensa para os participantes que fazem estes cálculos - o que ficou conhecido como MINERAÇÃO - e que gera a necessidade de taxas a serem cobradas pela transação.
O que é TANGLE
TANGLE é um "DLT", assim como o BLOCKCHAIN - mas implementa um método (algoritmo) diferente.

Cada nova transação certifica duas transações prévias - mas através de algoritimo baseado em grafos (DAG: directed acyclic graph). A matemática utilizada neste método dispensa a necessidade de mineração - e com isso a necessidade de taxas.

É um grande diferencial do BLOCKCHAIN x TANGLE: a ausência de taxas nas transações.

Existem outros diferenciais, como pode ser visto aqui.
Diferença entre TANGLE e BLOCKCHAIN
CRIPTOMOEDA: Criptomoeda é um ativo, algo que você possui. Existem várias criptomoedas: IOTA, BITCOIN e ETHEREUM são exemplos de nome de criptomoedas.

Como são ativos virtuais (não tem um papel ou meio físico que garanta a posse da criptomoeda), é necessário uma forma de escrituração (registro de transações) que mostre quem possui a criptomoeda.

O sistema de escrituração é chamado em ingles de DLT: distributed ledger technology.

Podem existir diversas formas de fazer a escrituração: BLOCKCHAIN e TANGLE são exemplos de nome de sistemas de escrituração (registro de transações).

A escrituração (registro de transações) de criptomoedas é descentralizada e com diversos (as vezes milhares ou milhões) de participantes.

Como é descentralizada, tem de ter uma forma das transações serem confirmadas pelos participantes e serem confiáveis (de modo que as transações não possam ser alteradas/adulteradas posteriormente).

Este processo de garantia de transação é chamado CONSENSUS.

Existem varios sistemas (algoritmos) matemáticos que fazem o CONSENSUS funcionar: Pow (Proof-of-Work), PoS (Proof-of-Stake) e DAG (Directed Acyclic Graphs).

Como alguns destes sistemas matemáticos são complexos (e podem gastar bastante processamento de CPU, e portanto, energia eletrica no processo), criou-se uma recompensa para quem faz estes cálculos.

Esta recompensa é uma determinada quantidade de criptomoeda cuja transação esta sendo confirmada: chama-se isso de MINERAÇÃO.

O BITCOIN utiliza para registro de suas transações o BLOCKCHAIN, que por sua vez utiliza o PoW para gerar o CONSENSUS - dai a necessidade de MINERAÇÃO.

O IOTA utiliza para registro de suas transações o TANGLE, que por sua vez utiliza o DAG para gerar o CONSENSUS. Mas o DAG NÃO PRECISA de cálculos intensivos como o PoW, sendo que a confirmação da transação é mais rápida e não gera da recompensa - então o IOTA NÃO TEM MINERAÇÂO.
RESUMINDO:

BLOCKCHAIN: é um tipo de DLT - o sistema de registro de transação. O BITCOIN utiliza BLOCKCHAIN para registrar suas transações. Mas ai precisa da MINERAÇÃO (devido os custos de energia associados aos cálculos matemáticos para validação - o CONSENSUS - da transação), além de taxas.

O IOTA utiliza TANGLE ao invés do BLOCKCHAIN, porque o TANGLE é mais rápido e não tem custo de MINERAÇÃO.
É LEGAL NEGOCIAR CRIPTOMOEDAS ? CRIPTOMOEDAS E DARKWEB
As criptomoedas são ativos - portanto representam algo que tem valor.

Como a sua existência é virtual - uma série de registros em um grande livro razão (por exemplo: BLOCKCHAIN ou TANGLE) - a posse de uma determinada quantidade de criptomoedas é apenas um apontamento dentro destes registros: a carteira (em inglês: wallet).

Esta carteira (wallet) não tem uma associação com uma pessoa física, é um conjunto de codigos que a identificam e permitem seu acesso.

A transferência de quantidades de criptomoedas entre carterias é algo simples e não precisa passar por nenhum intermediário: basta registrar a transação de modo correto.

A DARKWEB, por sua vez, é um conjunto de locais na internet - cujo acesso só é possivel utilizando softwares especiais (por exemplo: browser TOR e rede .onion).

O browser TOR tem como característica permitir a navegação anônima (sem identificação do usuário).

Uma forma de comunicação anônima (rede .onion acessível pelo browser TOR) e uma forma de transferência de ativos anônima (carteria/wallet de criptomoedas): a combinação destes dois itens permitem o quase completo anonimato.

Por isso criptomoedas estão tão associadas a DARKWEB e negócios ilegais: através dela é possivel que dois lados conversem (troquem mensagens) e façam transações entre si, sem passar pelo crivo das autoridades - tornando muito dificil sua identificação e rastreamento.

A criptomoeda, assim como a rede .onion acessível via browser TOR - não são tecnologias "do mal" - apenas permitem ao usuário ficar anônimo em certas situações.

Olhando pelo lado que a privacidade é uma questão crescente na sociedade atual, não é possivel condenar de antemão este tipo de tecnologia.

É possivel rastrear alguem que utiliza estes metódos ? Não é trivial - exigiria acesso a chaves de criptografia e acesso a roteadores espalhados pela internet - então de um modo geral podemos dizer que não é possivel.

Os criminosos que foram descobertos, foram alcançados de modo mais simples: engenharia social. Um agente disfarçado acessa os locais na rede .onion onde pessoas se reunem (por exemplo foruns ou marketplaces) e posta mensagens como um interessado naquilo que esta sendo comercializado (como numeros de cartão de crédito, drogas ou outro item ilícito). Durante as negociações, eventualmente o vendedor pode acabar passando ao agente dados pessoais ou informações que permitam identificá-lo - e dai ser preso.

O que precisa ficar claro: a criptomoeda NÃO É algo ilegal. Transações em criptomoedas são legais (no Brasil, até o Banco Central exige sua identificação na declaração de imposto de renda).

Criptomoeda é um ativo adtivado por tecnologia. Pode usar com tranquilidade em seu projeto IoT ou em sua negociações diárias - sem temor.